Skip navigation

Monthly Archives: Outubro 2008

 

Senhora do Castelinho – Marcos de Canaveses

 

 

 


a 8 de Setembro realiza-se a festa anual

.

Poesia – Ponte(s)

num serão familiar – nas margens do Douro

 


Ontem o nosso serão foi – e não havia modo de de outra maneira ser – em torno da Poesia. Partindo do que queríamos ouvir e comentar em conjunto – sons cheiros visões, dito pelo sr. Paulo Rato – passámos para o livro – podiamsermais – duas das pequenas leram, para nosso deleite, os seus versos preferidos. Demos uma saltada por BB-BB e, inevitável quase, demos connosco a falar de PONTES, das que existem sobre os rios, rapidamente nos estendendo às outras, às que ligam sentimentos, às que permitem a aproximação entre os que bem se querem, às que impedem os afastamentos maiores do que aqueles impostos pela distância geográfica. Terminámos o serão com este poema de Mario Benedetti:

 

A ponte

Para cruzá-la ou não cruzá-la
eis a ponte

na outra margem alguém me espera
com um pêssego e um pais

trago comigo oferendas desusadas
entre elas um guarda-chuva de umbigo de madeira
um livro com os pânicos em branco
e um violão que não sei abraçar

venho com as faces da insônia
os lenços do mar e das pazes
os tímidos cartazes da dor
as liturgias do beijo e da sombra

nunca trouxe tanta coisa
nunca vim com tão pouco

eis a ponte
para cruzá-la ou não cruzá-la
e eu vou cruzar
sem prevenções

na outra margem alguém me espera
com um pêssego e um país

 

Mario Benedetti, Perguntas ao acaso

Tradução de Julio Luís Gehlen

 .

.

  Duas Igrejas -Dues Eigreijas (2)

estação da cp

 

 


 


 

 


 com painéis de azulejos alusivos à vida rural e às tradições da terra

 

que ainda se podem apreciar nesta estação de caminhos de ferro de Duas Igrejas, da antiga linha do Sabor e hoje, como tantas e tantas outras, por este país fora, desactivadas, não aproveitadas, não reconvertidas.

 

.

Quantas boas Memórias de

Mafra


 

me trouxe esta fotografia que o meu Tenente teve a amabilidade de nos enviar. Éramos um pouco mais ligeiros então, não é verdade Amigo? Mas… que importância têm uns quilitos a mais se a saúde for boa e continuarmos a querer – e conseguir – vencer todos os rubicões?

 

Íamos lá perder a oportunidade de lhe ver fazer justiça, meu Amigo, nós que vivemos espantados por só haver um podiamsermais, que pensamos que deveria ter já uma boa meia dúzia de outros livros publicados! Claro que na 6ª feira vamos estar grudados na Antena 2 – ainda mais do que nos outros dias, é que a boa Maria sempre que pode não perde o programa do sr. Paulo Rato. Desta vez, seremos os dois colados à telefonia. As pequenas, muito pesarosas, não podem estar em casa às 14h 50m,  ouvirão OS SONS FÉRTEIS em gravação.

Abraço, meu. Beijos do resto da família, que já dorme a esta hora.

»»» esta e outras fotografias de «Rubicão – ida e volta!» podem ser vistas em BB-BB.

.

.

Duas Igrejas – Dues Eigreijas (1)

 

 

 

 

 

Duas Igrejas – Dues Eigreijas – Concelho de Miranda do Douro.

Belíssima, e abandonada e não preservada , estação terminal de caminhos de ferro do Sabor com (ainda) magníficos azulejos.

Estivemos por lá recentemente – lá voltaremos em breve.

Talvez já em Novembro, no São Martinho.

   L Brano de San Martino

 

 fotos: da família – no seu jeito de sentir.

.

.

 

.

“sou contra” – texto integral

em

http://podiamsermais.weblog.com.pt/arquivo/2005_10.html#212716

.

 

Não é mais fino amante o que maior amor tiver no coração, é-o realmente quem souber luzir o mais efémero encanto com a luz imortal das belas palavras.

Luís Filipe de Castro Mendes, em Correspondência Secreta


 

ESPIGUEIRO

 

Trás-os-Montes 

 

 

 

 

 

*** Meu Tenente,

com o devido respeito, permitimo-nos «ler» deste modo o Seu post em BB-BB.

.

.

Moncorvo – casa da roda

 

 

 

Hoje posto de turismo,

era aqui, nesta janela,

espécie de tambor giratório,

que as crianças enjeitadas eram deixadas.

.